UM BLOG APOIADO PELO INSTITUTO FRANCISCO SÁ CARNEIRO

09
Jul 09

Há duas formas de realizar auditorias internas/externas, controlos, supervisão (i) “Pela Positiva”, quando são os próprios técnicos que analisam a documentação e realizam os devidos testes. Estas acções são, em regra, realizadas no terreno; (ii) “Pela Negativa”, quando os “auditados” respondem a um conjunto de questões/mapas e se acredita (piamente) no seu conteúdo. Este segundo método é utilizado/recomendado quando, sendo necessário realizar alguns testes, já existe um historial sem situações relevantes ou dignas de registo, que dão alguma garantia de não haver problemas.

A supervisão do BdP, funciona(va) muito a partir deste segundo método. É certo que o sistema financeiro é sujeito ao cumprimento de regras apertadas que não existem noutros sectores de actividade e isso, por si só, dá uma confiança adicional aos agentes do mercado, pelo que se pode aceitar aquela metodologia. Porém, mandam as regras da prudência que, pelo menos de quando em vez, se realizem acções no terreno.
A informação que veio a público indicia que o BdP terá solicitado, de forma reiterada, um conjunto de informação a que o BPN não respondeu, isto ao longo de vários anos. De novo, as regras de prudência recomendam que, se existe este tipo de comportamento, a decisão mais lógica seria a de enviar uma equipa para o Banco a fim de verificar o que se passava, “in-loco”. Ficavam dissipadas, se não todas, muitas das dúvidas que aquele tipo de comportamento poderia indiciar. Ter-se-ia agido, evitando a reacção que se conhece.
A comissão de inquérito ao caso do BPN não encontrou indícios de falhas na supervisão do BdP. No entanto, pelo menos agora, está a reconhecer que a metodologia tem de mudar e tanto assim é que o BdP parece ter montado um “acampamento” em dois grandes Bancos, dando corpo à realização da supervisão “pela positiva”.
Diria que o mais difícil nesta comissão seria demonstrar que a supervisão do BdP não falhou...
publicado por nunocarlosaraujo às 16:22

pesquisar
 
Últimos comentários
Se o balanço do trabalho do IFSC é claramente posi...
"Que o país quer genericamente mais do mesmo, é ev...
O foco neste momento são as autarquias. Penso que ...
http://osocratico.blogspot.com/2009/09/as-ultimas-...
Mais uma vez repito: o método dHhondt tem consequê...
Portugal valia o esforço de um homem de bem. Pelo ...
Esta não é a geração rasca mas diria mesmo que exi...
Confesso que estava com algum receio dos eventuais...
Concordo totalmente. Aliás, há vários dias - antes...
Excelente comentário, claro e sucinto, sobre a rea...
Twitter
subscrever feeds
Últimas ligações para este blog
Twingly Blog Search link:http://novaspoliticas.blogs.sapo.pt/ sort:published

Blog Política de Verdade

Banners

Novas Políticas

Novas Políticas