UM BLOG APOIADO PELO INSTITUTO FRANCISCO SÁ CARNEIRO

18
Set 09

Por vezes o debate esquerda / direita centra-se na concepção sobre o ensino público vs. ensino privado, podendo este último estar a fomentar a construção de uma sociedade dividida entre aqueles que podem pagar o acesso a uma melhor educação, por oposição com a maioria da população que está "condenada" ao sistema das escolas públicas; ou seja, para alguma esquerda, a escola pública deve ser privilegiada para evitar uma sociedade a dois ritmos. É seguramente uma preocupação com muito mérito e comum à maior parte da população o desenvolvimento de uma escola pública renovada, o aumento da qualificação dos professores, o alargamento dos horários, a introdução de matérias e disciplinas adequadas ao mundo em que vivemos entre outras propostas que felizmente tem sido apresentadas e concretizadas nas últimas décadas. Todavia, Portugal enfrenta uma divisão tão ou mais séria que o ensino público vs. ensino privado.

 

Existência de uma forte taxa de abandono escolar no final do ensino básico e secundário, que ainda recentemente a OCDE classificou Portugal como o pior país europeu, implica a existência na prática de dois sistemas de ensino: o dos que vão à escola e o dos que não vão à escola. Por muito que a qualidade de ensino melhor, que o ranking nas avaliações de alunos portuqueses suba em disciplinas como as ciências ou a língua em comparações internacionais (como os relatórios PISA) - que já agora não é o caso - continua a representar apenas parte da nossa população com menos de 17 anos. Existe toda uma outra dimensão de milhares de jovens que não conta para estas estatísticas porque simplesmente não frequenta o ensino.

 

Centremos o debate, por isso, não na escola pública vs. privada, mas em garantir que todos possa aceder e terminar a sua educação: centremos o debate na escola. O futuro destas gerações passa por diminuir o abandono escolar dos jovens.

 

 

publicado por Gonçalo Marques Oliveira às 15:20

pesquisar
 
Últimos comentários
Se o balanço do trabalho do IFSC é claramente posi...
"Que o país quer genericamente mais do mesmo, é ev...
O foco neste momento são as autarquias. Penso que ...
http://osocratico.blogspot.com/2009/09/as-ultimas-...
Mais uma vez repito: o método dHhondt tem consequê...
Portugal valia o esforço de um homem de bem. Pelo ...
Esta não é a geração rasca mas diria mesmo que exi...
Confesso que estava com algum receio dos eventuais...
Concordo totalmente. Aliás, há vários dias - antes...
Excelente comentário, claro e sucinto, sobre a rea...
Twitter
subscrever feeds
Últimas ligações para este blog
Twingly Blog Search link:http://novaspoliticas.blogs.sapo.pt/ sort:published

Blog Política de Verdade

Banners

Novas Políticas

Novas Políticas