UM BLOG APOIADO PELO INSTITUTO FRANCISCO SÁ CARNEIRO

20
Jul 09

Sei que muitos que votam no PSD não pensam como eu. Mas gostava que o PSD defendesse oficialmente uma agenda pró-Vida no seu programa eleitoral. Não apenas que dissesse que houve um retrocesso desde a aprovação em referendo da liberalização da Interrupção Voluntária da Gravidez, mas que mostrasse que algo de muito errado se passa quando um País, a braços com uma taxa de natalidade baixíssima, incentiva uma cultura de Morte e penaliza quem quer promover a Vida.

Apenas um exemplo que, penso, é flagrante: o aborto, desde que cumpridas as necessárias condições previstas na lei – e agora francamente alargadas - deve ser garantido pelo Serviço Nacional de Saúde, é gratuito e, em caso de “emergência”, pode ser feito nos privados e pago por todos nós. Inversamente, os casais que não podem ter filhos, entram numa enorme lista no Estado para serem avaliados, cuja morosidade e burocracias são as palavras de ordem. Em desespero pela espera, muitos optam por recorrer aos privados, cujos tratamentos são caríssimos e não comparticipados pelo Estado.

Mas a insensibilidade estatal perante o que se apelida de agenda da vida promete agitar também a próxima legislatura. Eutanásia e testamento vital serão temas que a esquerda quererá trazer para a agenda mediática.

Está, por exemplo, o PSD preparado para defender a promoção dos cuidados paliativos? Em legislatura que irá cobrir a próxima revisão da Lei Fundamental, vai permitir a alteração da Constituição, para modificar-se o art. 24º, relativo ao Direito à vida, abrindo caminho a que se excepcione este direito fundamental tendo em conta, por exemplo, a eutanásia?

Seria interessante ver o que o PSD pensa sobre esta matéria…

publicado por Francisco Mota Ferreira às 12:17

comentários:
Concordo que seria interessante o PSD pronunciar-se as matérias relacionadas com a agenda pró-vida.

E não menos interessante seria marcar a agenda e "forçar"o PS a pronunciar-se sobre essas matérias. Por exemplo:
1. Qual a posição do PS face à adopção por parte de pares homossexuais?
2. O que defende o PS relativamente à eutanásia?

etc, etc.

Mas creio que é um handicap do PSD actual: ñ marca a agenda mediática, muito pelo contrário, o que se lhe pode revelar fatal.

Verdade, sobriedade, seriedade, muito bem. Mas sem Marketing e uma ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO não vamos lá... e o PS, após as europeias tem conseguido marcar muitos pontos...
João Neto a 20 de Julho de 2009 às 17:22

Também seria importante que o futuro grupo parlamentar tenha alguma homogeneidade e coordenação nestas matérias, evitando-se os dislates e as posições erráticas do actual grupo parlamentar verificadas em áreas como o divórcio, testamento vital, etc...
MRC a 21 de Julho de 2009 às 02:17

pesquisar
 
Últimos comentários
Se o balanço do trabalho do IFSC é claramente posi...
"Que o país quer genericamente mais do mesmo, é ev...
O foco neste momento são as autarquias. Penso que ...
http://osocratico.blogspot.com/2009/09/as-ultimas-...
Mais uma vez repito: o método dHhondt tem consequê...
Portugal valia o esforço de um homem de bem. Pelo ...
Esta não é a geração rasca mas diria mesmo que exi...
Confesso que estava com algum receio dos eventuais...
Concordo totalmente. Aliás, há vários dias - antes...
Excelente comentário, claro e sucinto, sobre a rea...
Twitter
subscrever feeds
Últimas ligações para este blog
Twingly Blog Search link:http://novaspoliticas.blogs.sapo.pt/ sort:published

Blog Política de Verdade

Banners

Novas Políticas

Novas Políticas